Home / Mais notícias / Botafogo perde em Natal a chance de voltar à Série B
Botafogo perde em Natal a chance de voltar à Série B

Botafogo perde em Natal a chance de voltar à Série B

Rogério Moroti
rmoroti@botafogosp.com.br

Não deu! O Botafogo falhou em sua primeira tentativa de voltar à Série B do Campeonato Brasileiro, já em seu primeiro ano de retorno à Série C. O Pantera perdeu por 1 a 0 para o ABC-RN, na noite desta sexta-feira (7), no Estádio Frasqueirão, em Natal-RN, e como havia empatado o jogo de ida, no Santa Cruz, por 0 a 0, a vaga ficou com o time nordestino.

A vaga foi decidida nos detalhes. Uma única bobeada da zaga tricolor foi o suficiente para o ABC-RN se aproveitar e fazer o resultado que lhe favorecia. Erivélton, aos 9 do segundo tempo, fez o gol solitário do duelo. O Pantera poderia ter empatado logo depois, com Tiago Marques, cara a cara com o goleiro abcedista, que praticou boa defesa.

O JOGO
Com o Estádio Frasqueirão lotado e o empate por 0 a 0 no primeiro jogo das quartas de final, o que deixava tudo em aberto, a partida foi tensa do começo ao fim. O ABC-RN tentou pressionar, mas tinha dificuldades de criar jogadas ofensivas. O Botafogo aguardava e procurava sair nos contra-ataques.

CLIQUE AQUI e veja fotos do jogo.

O Botafogo levava perigo nas bolas alçadas na área. O ABC-RN teve um gol anulado por impedimento do meia Erivélton. Mas o clima ficou quente mesmo no apito final do primeiro tempo. O goleiro do ABC-RN se desentendeu com Daniel Borges e houve o início de uma discussão generalizada entre atletas que estavam em campo e reservas. Na volta do intervalo, o árbitro da partida informou que o zagueiro botafoguense Filipe e o atacante nando, do ABC-RN, estavam expulsos.

Márcio Fernandes tirou Rodrigou Thiesen e recompôs a zaga com Mirita. A etapa complementar começou com as equipes mais cautelosas, mas, aos 9 minutos, o ABC-RN, conseguiu abrir o placar com Erivélton. Após bobeada da zaga que tricolor, o meia ficou de frente com o goleiro Neneca e não desperdiçou: 1 a 0.

Como o empate com gols favorecia o Pantera, o Tricolor se lançou ao ataque e quase conseguiu o empate, aos 17. Tiago Marques recebeu de Guly, na entrada da área, carregou por alguns metros, bateu rasteiro, mas o goleiro do ABC-RN fez grande defesa, evitando o empate botafoguense.

O Botafogo tentava o gol que lhe daria o acesso de todas as formas. Serginho, Diogo Campos, que entrou na vaga de Derli, tentavam criar, mas esbarravam na forte marcação do time da casa, que se postou atrás.

Márcio Fernandes apostou suas fichas em Isac, acostumado a marcar gols no Frasqueirão. O atacante substituiu Tiago Marques e tentou de cabeça, por baixo, mas não era a noite botafoguense. Isac ainda acabou expulso aos 42, após uma confusão com o meia Echeverría. O Pantera reclama da não expulsão do meia Caio mancha, do ABC-RN, que aos 37, acertou sem bola Diego Pituca no meio campo e recebeu apenas amarelo.

Os minutos finais foram dramáticos. Mesmo com um homem a menos, o Pantera tentava de todas as formas, mas a zaga abcedista conseguiu neutralizar as avançadas tricolor e garantir o retorno à Série B do time de Natal. Após o apito do árbitro, muitos torcedores invadiram o gramado e começou uma confusão entre atletas do Pantera e do ABC-RN, mas a Polícia Militar logo acalmou os ânimos.

FICHA TÉCNICA:
ABC-RN 1×0 Botafogo
Brasileiro Série C 2016 – Volta das Quartas de Final
Local: Estádio Maria Lamas Farache (Frasqueirão), em Natal (RN)
Data: 07/10/2016 – Horário: 19h00 (de Brasília)
Público: 14.974 pagantes – Renda: R$ 383.376,00
Árbitro: Braulio da Silva Machado – SC (ASP-FIFA)
Assistente 1: Neuza Ines Back – SC (FIFA)
Assistente 2: Alex dos Santos – SC (CBF-1)
Quarto Árbitro: Ítalo Medeiros de Azevedo – RN (CBF-2)
Cartões Amarelos: Felipe Souza, Anderson Pedra e Caio Mancha (ABC-RN); Serginho, Guly e Isac (Botafogo)
Cartões Vermelhos: Nando (ABC-RN); Filipe e Isac (Botafogo)
Gol: Erivélton 9’/2T (ABC-RN)

ABC-RN: Edson; Felipe Souza (Gabriel), Gustavo Bastos, Cleiton e Márcio Passos; Anderson Pedra (Caio Mancha), Guedes, Erivelton e Lúcio Flávio (Echeverria); Nando e Jones Carioca. Técnico: Geninho.

Botafogo: Neneca; Daniel Borges, Filipe, Matheus Mancini e Diego Pituca; Rodrigo Thiesen (Mirita), Derli (Diogo Campos), Guly e Zotti; Serginho e Tiago Marques (Isac). Técnico: Márcio Fernandes.

Foto: Rogério Moroti/Agência Botafogo

Scroll To Top