Home / Mais notícias / Em Caxias do Sul, Tricolor desafia o Juventude-RS
Em Caxias do Sul, Tricolor desafia o Juventude-RS

Em Caxias do Sul, Tricolor desafia o Juventude-RS

Rogério Moroti rmoroti@botafogosp.com.br O Botafogo tem um grande desafio neste domingo (28) na briga pela classificação para a segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série C. O Tricolor enfrenta o Juventude-RS, a partir das 19h00, no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul-RS, pela 15ª rodada da competição. O Pantera vem de duas vitórias consecutivas, mas terá pela frente nesta rodada um time motivado, que não perde há nove rodadas na Série C e que na última quarta-feira venceu o São Paulo, por 2 a 1, no Morumbi, pela Copa do Brasil. A disputa entre as equipes é direta pela classificação. O Tricolor é o segundo colocado do Grupo B, com 26 pontos, enquanto que o Juventude-RS é o quinto, mas bem próximo do Botafogo, já que soma 23 pontos. O Pantera vai ao Sul para, no mínimo, se manter na vice-liderança, mas também de olho na liderança da chave. O Guarani-SP hoje é o primeiro com 28 pontos e enfrenta a Portuguesa, também neste domingo. Para enfrentar o Juventude-RS, o Botafogo terá o retorno de dois atletas que não enfrentaram o Guaratinguetá, na vitória botafoguense do último domingo, por 4 a 0, em Sertãozinho. O zagueiro Filipe e o volante Rodrigo Thiesen cumpriram suspensão por cartões amarelos e estão à disposição. Quem pode fazer a sua estreia pelo Pantera é o volante Ramires, contratado nesta semana, vindo por empréstimo o Goiás-GO. O atleta chegou à Ribeirão Preto na última quarta-feira, teve sua situação regularizada na quinta-feira e pode jogar. FICHA TÉCNICA: Juventude-RS x Botafogo Brasileiro Série C 2016 - 15ª Rodada Local: Estádio Frederico Dalmaso, em Sertãozinho (SP) Data: 28/08/2016 – Horário: 19h00 (de Brasília) Árbitro: Bráulio da Silva Machado - SC (ASP-FIFA) Assistente 1: Neuza Inês Back - SC (FIFA) Assistente 2: José Roberto Larroyd - SC (CBF-2) Quarto Árbitro: Luís Teixeira Rocha - RS (CBF-1) Juventude-RS: Elias; Neguete, Klaus, Ruan e Pará; Wanderson, Bruninho, Wallacer, Felipe Lima e Roberson; Hugo. Técnico: Antônio Carlos Zago. Botafogo: Neneca; Daniel Borges, Filipe, Matheus Mancini e Diego Pituca; Rodrigo Thiesen, Francesco (Derli), Zotti e Serginho (Diogo Campos); Isac e Tiago Marques. Técnico: Márcio Fernandes. CONFRONTO: Botafogo e Juventude-RS somam oito duelos, sempre por campeonatos brasileiros, com muito equilíbrio. São duas vitórias para cada lado e quatro empates. São três duelos pela Série A do Brasileiro, todas realizadas no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul-RS: em 20 de junho de 1978, deu Juventude-RS 1 a 0, empate por 1 a 1 no dia 15 de setembro de 1999, além da vitória do Pantera por 2 a 0 em 2001. Quatro encontros foram pela Série B do Brasileiro. Dois jogos em 1990, com vitória do Juventude-RS em Ribeirão Preto, por 1 a 0, em 04 de novembro, e empate por 0 a 0 em Caxias, dia 14 de novembro. Em 1988, dois confrontos pela segunda fase do Grupo E. No dia 19 de novembro, o Pantera venceu por 2 a 0, no Estádio Santa Cruz, enquanto que no dia 24 de novembro, empate por 1 a 1, no Alfredo Jaconi, com o Juventude-RS vencendo nos pênaltis por 4 a 2. Já o último duelo foi o único também pela Série C do Brasileiro. No dia 26 de junho deste ano, no Santa Cruz, houve empate por 1 a 1. Roberson fez para o time jaconero, enquanto que Samuel Santos empatou para o Tricolor. ESTATÍSTICA DO CONFRONTO: 8 – Jogos 2 – Vitórias do Botafogo 2 – Vitórias do Juventude-RS 4 – Empates 7 – Gols do Botafogo 5 – Gols do Juventude-RS ARTILHEIROS DO BOTAFOGO NO TORNEIO: Alemão e Diogo Campos (5 gols); Zotti (4); Samuel Santos (3); Tiago Marques e Isac (2), Serginho, Filipe e Danilo Bueno (1) ATLETAS LESIONADOS: Baratella (Síndrome Compartimetal) e Vitinho (ligamento cruzado do joelho esquerdo) ATLETAS COM AMARELO: Helton Luiz, Zotti e Neneca (2 cartões); Diego Pituca, Augusto Ramos, Daniel Borges, Mirita, Sousa, Tiago Marques e Derli (1) ATLETAS SUSPENSOS: Nenhum
  • O Botafogo volta a disputar a Série C do Brasileiro após 14 anos, divisão que disputou pela última vez em 2003.
  • O Tricolor foi vice-campeão da Série C do Brasileiro em 1996, perdendo a final para o Vila Nova-GO, mas conquistando o acesso para a Série B do Brasileiro de 1997.
  • O Pantera atua em 2016 com uma estrela sobre seu escudo, já que na temporada passada conquistou o título da Série D e o acesso à Série C do Campeonato Brasileiro.
  • O goleiro Neneca é um dos ídolos atuais do Tricolor. O arqueiro chegou ao Pantera em junho de 2015 e já realizou 45 jogos oficiais, somando 19 vitórias, 18 empates e oito derrotas. Sofreu apenas 32 gols nestas partidas.
  • O lateral-direito Daniel Borges, revelado no clube, completou diante do Guaratingeutá, na última rodada da Série C, seu 107º jogo com a camisa do Pantera.
  • O lateral-esquerdo Augusto Ramos já realizou 90 jogos com o Botafogo. O atleta foi revelado no início dos anos 2000 e fez parte do elenco que foi vice-campeão Paulista de 2001.
  • O zagueiro Mirita, também revelado pelo Tricolor, já disputou 51 jogos com a camisa profissional do Pantera.
  • Ex-atacante, o técnico Márcio Fernandes passou pelo Botafogo como jogador nas temporadas 1980/1981.
  • Márcio Fernandes é o atual campeão da Série C, título conquistado na temporada passada pelo Vila Nova-GO, na decisão contra o Londrina.
  • Oito jogadores do elenco da Série C 2016 foram revelados pelo Botafogo, são eles: João Lucas, Talles, Daniel Borges, Augusto Ramos, Matheus Mancini, Mirita, Carlos Henrique e Caio Ruan.
  • O Botafogo contratou doze reforços para a Série C, são eles: Derli, Zotti, Francesco, Filipe, Isac, Thiago Primão, Carlos Breno, Cléo Silva, Thiago Marques, Leleco e Carlos André.
Foto: Luís Augusto/Agência Botafogo

ELENCO

Scroll To Top