Home / Mais notícias / Fogão segura empate heroico e é campeão da Série D
Fogão segura empate heroico e é campeão da Série D

Fogão segura empate heroico e é campeão da Série D

Luís Augusto
laugusto@botafogosp.com.br

O Botafogo é o legítimo campeão da Série D do Campeonato Brasileiro. Com mais uma demonstração de raça e comprometimento com o clube, os atletas botafoguenses superaram todas as adversidades, no Estádio Albertão, em Teresina-PI, e seguraram um empate sem gols, que garantiu o título ao Tricolor.

O palco da grande decisão contou com mais de 40 mil torcedores do adversário e o River-PI tentou pressionar de todas as maneiras, porém não teve sucesso em passar pela defesa botafoguense. O roteiro de um verdadeiro filme de drama ganhou vida na etapa complementar, quando César Gaúcho foi expulso logo no início e isso fez com que o time só se preocupasse em se defender.

Foi suado, sofrido, mas você torcedor botafoguense pode comemorar. O Botafogo é Campeão do Brasileiro da Série D e o elenco do Tricolor retorna a Ribeirão, no início da tarde deste domingo (15).

Com o encerramento da temporada 2015, o elenco botafoguense ganhará um mês de férias e os atletas que possuem contrato com o clube irão se reapresentar no início do mês de dezembro. Nessa data será iniciada a preparação do Pantera para o Campeonato Paulista de 2016.

O JOGO
Embalados pelo grande público que compareceu no Albertão, o River-PI tentou pressionar o Botafogo no campo de defesa, principalmente durante os primeiros minutos da decisão. A tentativa foi em vão, já que o sistema defensivo, que foi reforçado com as entradas de Carlos Henrique e César Gaúcho, foi mais eficiente e não ofereceu espaços ao oponente.

O tempo jogou a favor do Tricolor e a cada jogada errada dos piauienses, a torcida local se irritava e o time não conseguiu corresponder dentro das quatro linhas.

A partir dos 34 minutos, o Botafogo passou a rondar mais o campo de ataque. Daniel Borges fez o cruzamento, Índio afastou mal e a sobra quase ficou com Vitinho para a conclusão para o gol. Na sequência, Vitinho fez novo cruzamento, a bola quase foi direto para o gol e Rafael Araújo ainda tocou na bola para afastar o perigo e salvar os donos da casa.

Diego Pituca teve liberdade para arriscar chute da entrada da grande área, porém o volante pegou muito fraco na bola e facilitou a defesa para o goleiro Naylson.

O jogo que estava tranquilo para o Botafogo passou a ficar dramático a partir do início do segundo tempo. César Gaúcho parou contra-ataque do River-PI com falta, recebeu segundo cartão amarelo e na sequência o vermelho. A superioridade numérica em campo fez os donos da casa se animarem e partirem com tudo para o ataque.

O jogo se tornou uma disputa de ataque contra defesa e mais uma vez brilhou a estrela de Neneca. Na melhor chance dos piauienses, o camisa 1 salvou com o pé o chute à queima roupa do atacante Eduardo.

O River-PI tentou chegar ao gol, mas não foi capaz de superar a garra e a raça dos Guerreiros botafoguenses, que na marra levaram essa taça inédita para Ribeirão Preto.

FICHA TÉCNICA:
River-PI 0 x 0 Botafogo
Final – Brasileiro Série D 2015
Local: Estádio Alberto Silva (Albertão), em Teresina (PI)
Data: 14/11/2015 – Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO) (FIFA)
Assistente 1: Cristhian Passos Sorence (GO)
Assistente 2: Jesmar Benedito Miranda de Paula (GO)
Quarto Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI)

Cartões amarelos: Fabinho, Amarildo e Júnior Xuxa (River-PI); César Gaúcho (Botafogo);
Cartão vermelho: César Gaúcho (Botafogo);

River-PI – Naylson; Toty, Índio, Rafael Araújo e Jadson (Robinho); Amarildo (Esquerdinha), Thiago Dias e Júnior Xuxa (Raphael Freitas); Célio Codó, Eduardo e Fabinho. Técnico: Flávio Araújo.

Botafogo – Neneca; Carlos Henrique, Caio Ruan, Mirita e Augusto Ramos; César Gaúcho, Diego Pituca e Vitinho (Lucas Ribeiro); Daniel Borges, Nunes (Matheus Mancini) e Canela (Dudu). Técnico: Marcelo Veiga.

Foto: Rogério Moroti/Agência Botafogo

poster - campeao

ELENCO

Scroll To Top